Unhas

Visto que as infecções fúngicas são normalmente mais resistentes e mais difíceis de tratar que o pé de atleta, pode ser necessário recorrer a tratamento anti-fúngico oral e tópico.

Depois da infecção ser eliminada, deve-se tomar medidas para prevenir recidivas.
Manter os fungos sob controlo irá evitar que uma infecção fúngica da pele reinfecte a unha. Antes de dormir, lave e seque bem os seus pés e aplique o tratamento que lhe foi aconselhado ou um creme apropriado para regularizar a pele e hidratá-la.
Manter os pés secos é a melhor forma de prevenção.

Outros conselhos:
- Não partilhe corta-unhas ou outros instrumentos com ninguém.
- Não partilhe meias ou calçado.
- Tente não ferir o dedo/unha devido a um corte demasiado curto (pode ser origem de infecções)
- Utilize meias de algodão secas, e mude-as 2 ou três vezes ao dia, se necessário.
- Use calçado seco que permita que o ar circule (calçado apertado, fechado e húmido contribui para infecções fúngicas das unhas)
- Utilize chinelos apropriados em piscinas e chuveiros públicos.

Prevenção
Siga o guia de cuidados básicos e terá uma probabilidade considerável de evitar as patologias fúngicas mais comuns.

Unhas encravadas são aquelas cujos cantos se cravam dolorosamente na pele, causando frequentemente infecção. Podem ter como causa um incorrecto corte das unhas, pressão do calçado, lesão, infecção fúngica, hereditariedade, e funcionalidade incorrecta do pé.

As unhas devem ser cortadas "a direito", ligeiramente mais compridas que as extremidades dos dedos.

Se existir dor ou infecção, contacte-nos. Podemos remover a porção de unha encravada de forma não dolorosa. É importante referir que quanto mais tempo demorar a procurar ajuda, mais difícil será o tratamento.
Existe a possibilidade de resolver o problema definitivamente, dependendo do caso em questão.

Brevemente disponível...

Inquérito

Tem, ou já teve dores nos pés? Em que local?

Facebook