As verrugas podem ter várias formas e aparecerem em diversos locais do corpo, nomeadamente dedos, planta e dorso do pé. Pode existir apenas uma ou várias, isoladas ou em “mosaico”. São frequentemente confundidas com outras alterações da pele, como os denominados “calos”. Apresentam usualmente uma forma circular e saliente, com um espessamento da pele, podendo também apresentar pequenos pontos escuros. São frequentemente dolorosas, podendo crescer de forma rápida e eventualmente disseminarem-se.As verrugas são causadas por diversos tipos de papiloma virus. O vírus tem maior possibilidade de penetrar na pele quando esta tem alguma lesão.

A maioria das pessoas crê que as verrugas “se apanham” nos balneários, especialmente os das piscinas e no próprio pavimento que rodeia a piscina. Contudo, apenas um estudo científico demonstrou que quem frequenta piscinas tem probabilidade acrescida de vir a apresentar verrugas. Outros estudos não apresentaram nenhuma relação de causalidade.
O papiloma vírus encontra-se com frequência em inúmeros locais. Eventualmente mais ainda em balneários e instalações circundantes de piscinas. Contudo a probabilidade de infecção, se a pele estiver intacta, é mínima. Para se minimizar o risco, deve-se utilizar chinelos nos balneários.

Verruga

O que se deve fazer quando se detecta o que poderá ser uma verruga?
Deve-se consultar um Podologista para confirmação do problema e para o seu tratamento.
A terapêutica é variável e depende da localização, tipo e estado geral do paciente. Apesar de as verrugas causarem muito frequentemente um elevado incómodo e dor, é também possível aplicar um tratamento que possibilite que o paciente possa manter quase inalterada a sua rotina diária, incluindo trabalho e/ou desporto.
Antes e durante o tratamento devem-se adoptar medidas que visem evitar a disseminação das verrugas no próprio paciente, bem como a transmissão do vírus a terceiros.

(Romeu Araújo, Dr.)


O "pé de atleta" e onicomicose (micose/infecção fúngica das unhas) são os problemas fúngicos mais comuns nos pés.
Um fungo tem como característica viver em locais escuros, quentes e húmidos. Nos pés, pode crescer entre os dedos, assim como na região plantar e nas unhas.
As infecções fúngicas podem ser resultado do ambiente (meias, sapatos, calor e humidade) ou imunidade enfraquecida por determinada patologias como a diabetes.

As infecções fúngicas crónicas são mais comuns em adultos, enquanto as infecções fúngicas agudas são mais frequentes em crianças.


É uma infecção crónica causada por vários tipos de fungos presentes em inúmeros locais, sendo os mais referidos aqueles em que as pessoas andam usualmente descalças (ex: piscinas e balneários). A patologia pode variar desde uma descamação moderada a inflamação dolorosa e bolhas. Costuma manifestar-se primeiro entre os dedos ou no arco do pé e pode disseminar-se para a planta ou regiões laterais do pé.

Tinea pedis é o termo científico para pé de atleta, umas das patologias fúngicas mais conhecidas que afectam o pé. A "alcunha" pé de atleta surgiu devido à tendência para infectar atletas que utilizam frequentemente calçado desportivo, quente e transpirado, que se torna num óptimo ambiente para a proliferação dos fungos que causam a patologia. Na realidade, o pé de atleta pode afectar qualquer pessoa, jovem ou idosa, independentemente do tipo de calçado.

Pe-atleta


Os sintomas típicos do pé de atleta incluem prurido, vermelhidão, odor, descamação, e/ou pequenas bolhas. Quando se manifesta entre os dedos, a pele adquire frequentemente uma aparência esbranquiçada pela sobre-exposição à humidade e calor.

Em casos crónicos, o pé de atleta adquire uma aparência/distribuição tipo mocassin e o rubor estende-se na planta e laterais do pé. Neste tipo de casos, é frequente que a pele descamativa pareça pó. Por vezes, esta infecção crónica pode propagar-se para uma mão devido principalmente ao acto de coçar. A tinea pedia aguda tem bolhas características ou pele descamativa com vermelhidão mais intensa.

A tinea pedis é causada por dermatófitos, que são fungos que infectam a pele, cabelo e unhas. Ocasionalmente, leveduras podem ser a causa de infecções e vermelhidão, principalmente entre os dedos. As pessoas com predisposição ao pé de atleta têm susceptibilidade a infecções fúngicas das unhas (onicomicose); tal deve-se a que ambas as patologias são causadas pelos mesmos tipos de fungos.

Tratamentos Gerais
Dependendo do tipo de infecção existente, podem ser utilizadas várias abordagens. Um tratamento bem sucedido é frequentemente uma combinação entre a medicação e cuidados pessoais.
Consulte-nos antes de tentar algo que possa ainda piorar a situação.

(Romeu Araújo, Dr.)

Inquérito

Tem, ou já teve dores nos pés? Em que local?

Facebook