Dedos

Os dedos dos pés podem ser afectados por diversos problemas que podem provocar dor, e impedir que o pé funcione como deveria. Pessoas de todas as idades podem apresentar problemas, adquiridos ou herdados. Muitos dos problemas devem-se também a calçado de dimensões inadequadas (curto e/ou mais frequentemente estreito ou com pouco espaço para os dedos).

As alterações dos dedos em adultos são principalmente resultado de desequilíbrios musculares (ou dos tendões), em que existe excesso de encurtamento ou alongamento. Quem apresenta dedos muito compridos, tendência para "pé plano" ou "pé cavo", tem uma tendência acrescida para ter alterações nos dedos. A artrite é outra causa relevante de desconforto e alterações.

Alguns dos nomes mais comuns: dedos em garra, em martelo, esporões ósseos e dedos em sobreposição.

O termo "dedos em garra" é frequentemente utilizado de forma indistinta para descrever vários tipos de alterações na posição dos dedos.

Num sentido mais restrito, o termo "dedos em garra" aplica-se à alterações causadas por dano neurológico, como na diabetes ou alcoolismo, e que enfraquece os músculos do pé. Os dedos assumem uma posição tipo "garra" em que a ponta se dirige contra o solo. Podem levar à formação de "calos" dolorosos nos dedos e na planta do pé, logo atrás destes. Todo o processo tende a piorar sem o tratamento adequado.

O joanete é uma deformidade óssea causada pelo aumento da articulação, na base e de lado, do 1º dedo (Hallux), a nível da articulação metatarsofalângica. Os joanetes formam-se quando o dedo se desvia da orientação normal. O seu aumento e protuberância causam fricção e pressão no calçado. Com o passar do tempo, o movimento do 1º dedo pode fazê-lo sobrepor-se aos outros dedos ou ficar sob estes; a fricção, pressão e inflamação serão mais notórias. É comum que conduza a deformidades de outros dedos, como dedos em martelo.

Muitas pessoas com joanetes padecem de desconforto e dor devido à constante fricção e pressão no calçado; a pele fica vermelha e sensível. Como a articulação flexiona em cada passo, quanto mais inflamado, maior a dor sentida ao caminhar. Com o tempo, pode evoluir para bursite ou artrite, a pele da planta do pé pode ficar mais espessa e a locomoção pode tornar-se difícil - tudo contribui para a dor crónica. A utilização de calçado demasiado estreito é um factor precipitante para o aparecimento dos joanetes. Estes não são hereditários, mas há uma predisposição hereditária, frequentemente devido a variações estruturais. Lesões no pé, patologias neuromusculares, "pé plano", "pé pronado", podem contribuir para a sua formação. Estima-se que os joanetes ocorram em 33% da população dos países ocidentais.

Joanete


Tratamento para joanetes
Como são deformações ósseas, os joanetes não desaparecem por si só. O objectivo do tratamento de joanetes é triplo: primeiro, aliviar a pressão e dor; segundo, parar o crescimento da deformação óssea; terceiro, manter ou melhorar a funcionalidade articular. Os métodos mais comuns para reduzir a dor e pressão causada pelos joanetes incluem:
- Aplicação de protecção e descarga para eliminar a fricção contra o calçado e ajudar a aliviar a inflamação e problemas na pele.
- Regularização da pele, removendo as queratopatias existentes.
- Mudar para calçado cuidadosamente escolhido, para acomodar o joanete e não o piorar.
- Ortóteses plantares (palmilhas) personalizadas com o objectivo de estabilizar a articulação e colocar o pé numa melhor posição funcional.
- Exercícios para manter a mobilidade articular e prevenir rigidez ou artrite.
- Férula para uso nocturno para melhorar o alinhamento articular. É frequentemente recomendado para adolescentes com desvio articular porque o desenvolvimento ósseo pode ainda ser adaptável.

Tratamento cirúrgico
Dependendo do tamanho, grau do desvio, e da dor, os tratamentos conservadores podem não ser adequados para prevenir uma evolução negativa dos joanetes. Deverá ser então realizado um procedimento cirúrgico para remover o joanete, realinhar o(s) dedo(s) e melhorar a sua funcionalidade.

Inquérito

Tem, ou já teve dores nos pés? Em que local?

Facebook